sábado, 13 de novembro de 2010

Ultimamente

         Hoje tô assim, ultimamente, diferente, de novo e lá vou novamente escrever dos outros, do mundo, da vida, de mim. É a gente que decide a vida de gente e o rumo que tudo vai tomar, tenho, há uns tempos, procurado observar. Observei um homem todo atrapalhado, diferente, estranho, não como os homens de filme, ele era como os homens dos livros, tão atrapalhado, coitado, o que será que ele tinha? Por que tava tão preocupado? Quem era a mulher que acenava pra ele? O que tinha em sua mala e seus enormes pacotes? Sei lá, nunca saberei. E observei uma menina com um bebe no colo, ela era quase uma criança... Aquele bebe era dela? Ela era feliz? Por que os olhos dela eram tristes? Por que ela carregava aquele ser como um fardo? Isso eu nunca vou saber.
         Observei o céu, meu céu de todo dia, observei canções que me tocam no coração, observei ele, observei meus [poucos] amigos, observei a mais engraçada de todas e o observei o mar num sonho lindo da noite de hoje. Falei no telefone, dormi, não fiz nada, acordei, me zanguei, chorei, gargalhei, orei. Tenho vivido [bem] daqui do meu lado do jardim.
         Conclui um monte de coisa, não conclui nada... tão in[tensa] em boa parte da vida. Pensei... parei... continuei. Não entendi tudo, não entendo no todo o mundo. É que às vezes parece que tá tudo conspirando contra nós, parece que o mundo odeia a gente, parece que é tudo de propósito pra nos atingir, e talvez as vezes seja, e daí? Que é que tem? Vou superar tudo isso e rir disso tudo daqui do meu lado colorido do jardim... e vou dizer a cada dia concluído, bom pra mim, venci.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

O Tempo - vagarosamente rápido

         Gosto [muito] do novo rumo que a vida tomou, de quem sou, de quem são os que estão por perto. Há tempos que não vivia tanto, aliás, nem sei se eu já tinha vivido tanto assim. Me tornei mais crítica, mais alegre, mais light, mais séria, mais brincalhona... paradoxo? Sim, me tornei assim também... Respiro fundo mais vezes ao dia, penso mais antes de reagir, penso menos antes de agir.
         A vida passa e se a gente não segue em frente, e vive a vida, ela atropela a gente... tem coisa que não dá pra esperar, que não dá pra deixar prá lá. Mas também fiz as pazes com o tempo e não tenho pressa pra chegar. Aliás, o que é o tempo? Tenho o imaginado com T maiúsculo, afinal, quem determina meu tempo é o grande Eu Sou.
         Tem tempo acabando, tem tempo chegando, tem tempo já aí, bem pertinho, se aproximando, tem tempo novo e tem motivo pra esperar o tempo... É lá que tá, mas às vezes eu não to nem aí, porque se o meu tempo pertence ao Tempo não sou eu quem vai decidir... vou aproveitar, porque na verdade estou nessa vida a passeio, também.
         Sabe onde vai dar? Lá... lá onde tem que dar, é só deixar rolar, curtindo vagarosamente o tempo rápido... na verdade, tempo que passa horas lentamente, melancólico até, horas fugaz, ágil demais... O que importa é tê-lo, o tempo, como nosso aliado... porque ainda um poucochinho de tempo, e o que há de vir virá e não tardará (Hb 10.37).

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Às Vezes


Tá meio cheio ou meio vazio? Às vezes
 depende do jeito da gente olhar

      Colocando a casa em ordem, desfazendo do que não é mais necessário, retomando projetos, vivendo novos sonhos, mirando o alvo! Essa sou eu de hoje. Às vezes temos que nos desfazer de algumas coisas, às vezes temos que nos afastar de algumas pessoas, às vezes temos que nos mudar... de lugar, de ambiente, de casa, de pensamentos... às vezes temos que sintonizar outra estação, por que? Porque às vezes temos de mudar e ponto.
      Às vezes temos que retomar projetos... projetos importantes, especiais, projetos bobos, pessoais, que fazem bem e que deixamos pra trás, e por que deixamos? Por outros [projetos, ou pelos outros mesmo], por falta de tempo, por bobeira nossa.
      E às vezes é hora de virar a página e viver novos sonhos, digo viver porque sonhar é bom, mas viver os sonhos é o que há! Bom demais... Gosto da ausência que há em mim de quem eu era, gosto de lembrar o passado, que está todo aqui, mas já nem faz mais parte de mim, pra perceber o que aprendi. E aprendi de mim, dos outros, aprendi de ser, aprendi de não ser, aprendi, mais um pouquinho, a viver.
      A vida é deliciosa... mesmo com as dificuldades diárias, porque cada obstáculo vencido dá mais garra, mais gana, mais paz. É bom não desistir, é bom aproveitar tudo o que há na vida, e como é bom fazer novos planos. Me responda: já parou pra viver um pouco? Vivemos essa nossa vida tão no automático que nem paramos pra viver... Aproveitar o caminho, a paisagem, as pessoas, os acontecimentos e até as desventuras. Questionar quem somos ou queremos ser também é bom, saber o que se espera da vida ajuda a mirar certo e seguir a estrada correta.
      E desde que desfiz, retomei e ousei tá tudo bem melhor. Tenho gosto de passear por aqui, nesse meu lado do jardim, que foi branco e preto e já esteve quase sem flores, já passou por inverno, secas e até furacões... hoje a primavera, que traz luz, cor e lindas flores, é constante. Às vezes algumas raposinhas tentam invadir as plantações, mas já sei como lidar, quando não, fico de olho, porque aprender novas lições faz bem também.
      Tô vivendo, tô feliz, to confiante, tô aqui, em mim, como não estava antes. Tô aproveitando essa vida, com as pessoas preciosas que tem feito meu mundo, que já [ingenuamente] foi cor de rosa, com muito mais cores... amo muito, e tanto que nem dá pra explicar. E o desafio da vez, pra essa vida da gente é experimentar algo novo, é viver, então... é hora de colocar casa em ordem, desfazer do que não é mais necessário, retomar projetos, viver novos sonhos! Bóra viver que senão a vida passa batido.

sábado, 11 de setembro de 2010

*Impactante...

video

      Não importa o que tente nos afastar de Seu amor... dinheiro, prostituição, drogas, farra, fama, vaidade, depressão... há um Deus que luta em nosso favor e que é mais forte que tudo isso... creia, avance... o mundo espiritual não é de brincadeira... ele é real!

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

A gente consegue

Por que me chamais, Senhor, Senhor, e não fazeis o que vos mando? Lucas 6:46
      De que adianta falarmos que servimos a Deus da boca pra fora? Que diferença faz falarmos algo com os lábios e demonstrarmos algo diferente com nossas atitudes? É.. na hora da dificuldade sabemos exatamente a quem clamar, a quem buscar, em que porta bater, mas é aí, o que será que Ele irá nos falar nessa hora? Será que ao avaliar quais têm sido nossas atitudes o Senhor vai constatar que não estamos fazendo aquilo que Ele nos manda?
      Sabe gente, de Deus não se zomba, não se escarnece, tudo o que plantarmos vamos colher, sejam boas ou más plantações... não devemos ficar observando ao nosso redor, julgando a vida dos outros e reclamando porque quem age fora da Palavra é bem sucedido, quem conhece o coração é Deus dos ímpios deixe que Ele cuide, no tempo oportuno. Se preocupe mais com você, com as suas atitudes diárias.
Não vos enganeis, de Deus não se zomba, pois tudo o que o homem semear, isto também ceifará". Gálatas 6.7
      Será que temos feito o que o Senhor nos manda, será que estamos agindo de acordo com a Palavra? Se não, devemos puxar o freio de mão... é momento de se arrepender, pedir perdão e voltar a cabeça no lugar. Aí é só retornar e começar de novo*... que bom será se clamarmos: “Senhor, Senhor”, e Ele nos observar dizendo: “aí está quem faz o que eu mando”.
Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras;
Apocalipse 2.5
      E quando falo sobre não fazer o que Ele manda não digo somente sobre o pecado, falo também sobre sua chamada em especial, a missão que Ele falou com você. O que você tem feito? Tem colocado os planos de Deus para sua vida em prática? Se você ficar observando as adversidades, se ficar alimentando o medo... nunca vai sair do lugar. Certamente você, assim como eu, já brincou de corda, sabe quando duas pessoas ficam batendo a corda pra você entrar e começar a pular? Então, quando criança, eu nunca conseguia, ficava olhando aquela corda batendo forte no chão, com velocidade... toda hora ameaçava que ia, o corpo todo chegava a querer se mover, mas meus pés não saiam do lugar, eu tinha medo... trazendo para nossa vida, se ficarmos de fora analisando os contras, nunca vamos agir... está escrito
Quem observa o vento nunca semeará, e o que olha para as nuvens nunca segará.
Eclesiastes 11: 4.
      Não olhe as circunstancias, não olhe o contra fluxo, não olhe os homens, já brincou de tiro alvo? Para acertar o centro, que vale mais pontos e é o alvo real, você tem que errar todos os outros círculos maiores ao redor, então nosso alvo é Jesus, parar acertamos temos que mirar bem, para mirarmos em Jesus temos que tirar nossa visão dos círculos ao redor – medo, escândalos, homens, injustiças, pecado – para acertamos o alvo temos que errar todo o resto, isso fazemos com a fé. Que você possa praticar a fé e crer no invisível, sem temer nada e ninguém, como fez Moisés:
Pela fé, ele abandonou o Egito, não ficando amedrontado com a cólera do rei; antes, permaneceu firme como quem vê aquele que é invisível. Hebreus 11.27
     Eu sei que a gente consegue!

terça-feira, 31 de agosto de 2010

O Jogo da Vida - Parte 2

      E aí tem esse “jogo” da amizade e do amor... que jogo! É bom se divertir, é bom poder ser quem a gente é, é bom não ter certeza, é bom deixar acontecer. Não tô com pressa em descobrir o que é, nem em me deixar revelar. Será uma grande amizade? Será um futuro...? Será que era brincadeira e ficou sério, será que era sério e virou brincadeira? Será que não é nada disso? Será tudo isso junto? Será que eu sei? Será que ele sabe?
      Estou curtindo cada momento, cada palavra que falo de forma premeditada, cada frase que escapa, dos dois lados. Não quero precipitar, não quero retardar, não quero ter dúvidas, mas hoje não vejo graça em ter certeza absoluta. Se por um lado parece impossível – por muitos motivos – por outro se tiver que ser nada importará.
      Se tiver que ser, quando tiver que ser, do jeito que tiver que ser, com letreiros luminosos e pernas bambas – ou não – só não abro mão da sinceridade, da naturalidade e da voz do Espírito Santo soprando no ouvido. Na verdade se for pra ser, se os dois quiserem que seja, se Deus dirigir... assim será. Não tenho pressa, quero rir e que ele ria, quero curtir e que ele curta, quero intrigar, quero cuidado, quero cuidar, quero que renda muitos textos, poesias e quem sabe músicas pra mim e pra ele, quero viver algo que nunca vivi, sendo quem eu sou, sabendo que depende muito mais de nós dois – com a direção de Deus – do que de qualquer desculpa que a gente invente para ir em frente, recuar ou estacionar.
      Só o que eu não quero é machucar, nem um nem outro, mas não abro mão de viver. Se for só amizade eu quero, se for mais que isso eu também quero, se não for nada disso vai ser só esquecer. E para encerrar bem esse texto, escolho Fernando Anitelli que escreveu “Os opostos se distraem os dispostos se atraem” e ICo 13 que explica “quando vier o que é perfeito o que em partes será aniquilado”.
      Quero ser e fazer feliz.


Pra quem quiser conferir a primeira parte do jogo da vida:
http://jacqstefano.blogspot.com/2010/06/o-jogo-da-vida.html

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

sábado, 28 de agosto de 2010

Novo céu

      Olhando o mesmo céu que olho há anos andei observando, e aí dá pra ver o quanto eu mudei. O céu tá diferente, gosto mais de olhar pra ele e de perceber o que tem lá... subo o mesmo andar e ando o mesmo chão há tempos, mas agora dá mais gosto de caminhar. Agora prefiro passos mais lentos, ainda que continuem largos, pra poder observar a paisagem. Ainda quero chegar, mas não com tanta pressa mais, prefiro ir devagar, aproveitar tudo [e todos] que me rodeiam no percurso.
      Engraçado, é que, quando eu percebi o quanto a vida passa rápido foi que eu entendi que é bom aproveitá-la vagarosamente... cada detalhe, cada sorriso, cada choro, cada obstáculo, cada vitória, cada segundo... tudo tornou-se mais precioso pra mim. O céu de sempre, aquele que olho há anos, olha pra mim diferente esse ano... ele tá lá, onde sempre esteve, mas hoje dá gosto de olhar.
      Todo dia que eu subo, e a imagem de céu começa a se formar pra mim, eu vejo o quão lindo ele é... a brisa do vento, que já tantas vezes deve ter me abraçado de forma desapercebida, agora me faz sentir bem. Esse céu sabe muito de mim. Já me viu passar pensando em mim, pensando nos outros, já passei por ele preocupada, querendo avançar e decidida a desistir... esse céu já me viu passar com pressa e teimosa, com medo da chuva ou ansiosa pelo sol... passei por esse céu, que por tanto tempo passou por mim a toa, o tempo todo em todo tempo, e logo agora ele foi me fazer entender mais sobre mim.
      Céu que já foi preto e branco, céu que já fez diferença nenhuma, agora faz diferença toda pra mim... Vejo tudo de outro jeito e em minha falta de modéstia ouso dizer que cresci, amadureci, me ampliei, ouso achar que fiquei mais experiente... e ouso acreditar que realmente me reinventei... na verdade, sou quem fui, sou quem sou agora.
      Sempre disse que as pequenas coisas são importantes e são as reais responsáveis pelo todo, então... continuo concordando comigo, mas entendo melhor. Quero dar mais atenção ao caminho, quero respirar fundo, quero dormir até [bem] mais tarde, quero acordar cedo, retomar alguns projetos importantes, quero novos ares... Tenho um chão, que quase não piso mais, que um dia, prometi, me faria sempre lembrar de onde vim, agora tenho um céu que me faz [todo dia], seja [in]tenso ou não, lembrar quem sou, que sou por causa de quem fui.
      Pensando em tudo isso daqui [de mim e dos outros] vi que é isso mesmo... existem coisas que a gente que tem que decidir, o tempo ajuda, a paciência é fundamental e se eu não quiser ser feliz, o que poderão fazer por mim? Passei muito tempo querendo chegar num lugar, não aproveitei direito o caminho, e quando tava quase chegando percebi que eu não queria mais seguir pra lá... mudei de rumo, trilho caminho novo... não vou mentir, sei qual lugar quero chegar, mas hoje aproveito o caminho todo, com tudo o que nele há.
      Sabe o que é? É que um dia a gente acorda diferente e dá coragem de lutar pela própria felicidade, cada atitude gera conseqüências... trilhar um novo rumo, as vezes, dá a impressão que tem algo errado, como se fosse o contra fluxo [o que pode ser real].. mas aí a gente segue pra onde decidiu segui e a paz que dá justifica o todo. O céu que já me constrangeu tá bem diferente, não nele, em mim... um dia olhei pra ele, ou talvez ele olhou pra mim, e daí eu percebi que graça que é isso tudo, ao redor... que beleza que é escolher a nossa escolha e seguir... que bom que é esse céu, que todo dia me vê e olha pra mim do jeito que sou.
      Confesso, não olho todo dia pra ele, nos dias de pressa ele passa batido, e tem os dias de pensamento perdido, longe que nem lembro que ele tá ali, mas o tempo todo ele tá em mim, tô diferente e daqui pra sempre o sentido desse céu, que me ajuda a perceber o quão perfeito é, fará parte de mim.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

*Tempo ao tempo

       Depois de dias que lançamos o pão é que o encontraremos*. Às vezes nós queremos que seja agora... nós queremos ver o resultado... queremos já ver o milagre, mas nem sempre tudo vai acontecer na hora. E além disso temos que nos lembrar que o tempo não é nosso, o tempo é de Deus. Sei que esperar é a parte mais dificil da história, mas não tem jeito, temos que orar, crer e ESPERAR... a espera (paciência) é um segredo espiritual.
       E temos agido de que maneira em meio a espera? Temos reclamado, murmurado, praguejado? Pensamos em voltar atrás, desistir, mudar de foco? Em meio a espera temos que fazer a vontade Deus, que nos é dada através da Palavra, aí sim alcançaremos a promessa*.
       Deus não ficará satisfeito conosco se recuarmos... e como temos demonstrado qual é o nosso posicionamento? Através das nossas atitudes... e que sejam todas baseadas na Palvra de Deus*.

1*Lança o teu pão sobre as águas, porque depois de muitos dias o acharás. (Eclesiastes 11.1)
2*Porque necessitais de paciência, para que DEPOIS DE TERDES FEITO A VONTADE DE DEUS, alcenceis a promessa. (Hebreus 10.36)
3*Porque ainda um pouco de tempo,e o que há de vir virá,não tardará Mas o justo viverá da fé;E,se ele recuar,minha alma não tem prazer nele (37,38)

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Me peguei pensando em mim

     Me peguei pensando em mim, querendo pensar em tudo, lendo outras pessoas, tentando entender últimos ocorridos, inspirada em alguns sonhos e chateada comigo... me peguei pensando em mim, lendo contos antigos, montando quebra-cabeças, descobrindo de antigas mentiras mais verdades, querendo entender os outros me peguei pensando em mim. No tempo novo que vivo, tenho que admitir, às vezes volto no tempo pra lembrar o que aprendi... não chega a doer nem um pouquinho, mas tem muito que ainda não compreendo, oscilo indo e vindo, usando o portal que eu criei. Me permite passear passado e presente... e também tem o futuro que e preciso sonhar.
     É! Tenho me visto muito [tempo] presa em tentativas de entender o tempo, tentando não errar mais. Tenho de novo me justificar. Com tudo isso aqui, que sou, que fiz, que vou, com tudo isso aí, onde fui, o que escolhi, o que me impuseram ou que tentaram fazer de mim, com tudo que me tornei, que mudei e me tornarei, com todos os novos e antigos conceitos, preceitos do que virá, percebi que ainda tenho muito o que pensar.
     Já não durmo mais cedo, faz tempo, não consigo me concentrar... no sono... nos sonhos. Tem coisa que já não dá mais pra deixar pra lá... sem resolver [em mim] não vai dar. Vai ver que juntou muita poeira no tapete, vai ver que as gavetas já estão abarrotas, vai ver que o quarto escuro já não tem mais espaço... vai ver que não foi [é] nada disso, vai ver que é tudo junto, vou ver no que vai dar.
     Me peguei pensando assim, em mim, na minha [nova] história de amor... história de amor com minha família, comigo, com Deus, com meus amigos, com meu alguém... tá tudo tão diferente... tão mais manso, mais intenso, sem tensão, tá tudo tão mais calmo, mais terno, com aparência de que será eterno. Parece que um turbilhão me pegou há pouco tempo, ou nem foi pra tanto assim.
     É bom ter o meu lado do jardim bem cuidado, nesse inverno que faz lá fora [e as vezes até aqui dentro], tenho flores da primavera que ainda nem chegou. E me peguei pensando em mim, querendo descobrir quem sou.
     E ela que nunca aceitou errar descobriu que há muito que aprender com os erros, e ela que sempre teimou, aprendeu a se desculpar, e ela... que nunca se arriscou, quase exagerou só pra ver no que ia dar. Quando tudo parecia triste, quando parecia que ia doer, que ia chorar... nada disso! Ela trocou o momento de dor por sorrisos, jogos de mímica, conversas noite toda e muita gargalhada, frio na barriga, chocolate e coca-cola.
     Às vezes é bom passar por momentos difíceis, gente boa me ajudou, conto nos dedos e nunca vou esquecer quem são... mas então, tudo começou por isso, pra explicar o que me peguei pensando de mim... entendi quem eu sou. Decidi que vou tolerar mais, que vou contar até dez [ou mil se precisar], entendi quem quer meu melhor e que tem gente que quer enganar. Voltei a acreditar em alguns sonhos de quando era menina, voltei a suspirar... sinto falta, confesso, as vezes do ilusório mundo cor-de-rosa que me cercava e me “protegia” da vida, mas pra crescer não tem jeito, a gente tem viver!
     Me peguei pensando em mim, que bom, descobri que todo dia preciso descobrir quem sou!

Terá Continuação... quando quiser minha inspiração!

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

E o rumo que a vida tomará será o que será

     E aí... aonde eu me encontro? Aqui, de novo, nesse mesmo lugar, parece que por algum motivo tudo conspira pra me fazer “acordar”... mudar de ares as vezes é bom... que vontade que dá! Se eu parar bem agora pra tentar entender o porquê ou tentar me justificar que raiva que vai me dar. Se for pra querer questionar motivos não vão faltar pra magoar, pra chatear e até mesmo pra indignar... mas sinceramente não vou me preocupar!
     Eu teria motivos pra me fazer tentar “concertar” o que se quebrou – ou está se quebrando – mas eu não tenho porção nisso, não fui eu quem quebrei nada, nem quem ajudou a quebrar, eu não sei exatamente quem foi, mas nem vou tentar desvendar... o que Deus quiser que eu saiba eu vou saber. Quando por um instante penso em me preocupar lembro que não, isso seria muito errado, seria não confiar em Deus. Hoje entendo porque está escrito que o justo não será abalado , quando não fazemos nada de errado não há com o que se preocupar, a paz de Deus – que excede todo entendimento – guarda nossos pensamentos e sentimentos.
     Hipocrisia minha seria tentar controlar o rumo que a minha vida tomará, às vezes a gente tem que deixar pra ver no que vai dar... ué, não orei dizendo que a minha vida estava nas mãos de Deus? Não disse que queria que a vontade dEle se cumprisse em minha vida? Não foi da minha boca que saiu a frase “me sopra para o centro da sua vontade”? Aí, quando “coisas estranhas” começam a acontecer minha posição tem que ser única... ter fé... que é certeza do que se espera, prova do que não se vê!

Quem teme a Deus não teme o mal

     E aí então servir a Deus, procurar agradá-lo, obedecer a Palavra de Deus significa uma vida sem lutas, sem dificuldades, sem perseguições... ai que lindo! Só que essa linda história é papo furado, porque a Bíblia não diz nada disso... Jesus é o general de um exercito ao qual eu fui alistada, e não fui chamada pra tomar cafezinho e bater papo, fui chamada pra guerra... e não fui chamada simplesmente pra lutar, fui chamada pra vencer!
     Daniel... lembra dele? Uma graça,foi convocado juntamente com outros jovens – em que não houvesse defeito algum – para que fossem tratados na corte por três anos para então serem apresentados ao rei. Então Daniel se destacava e era diferente porque ele escolheu não se contaminar com os manjares do rei... que bonitinho! Ele orava a Deus três vezes ao dia... e aí ele teve uma vida linda e sem dificuldade certo? Errado, Daniel incitou inveja e ira, procuraram algo contra a vida de Daniel e não encontraram nada. Então fizeram um decreto – e quando eu digo fizeram digo que todos os príncipes do rei, presidentes, prefeitos e governadores se uniram pra isso – que proibia qualquer um de se prostrar a qualquer deus. E o que Daniel fez? Continuou orando a Deus, com janelas abertas inclusive.
     Sabe o que aconteceu? Ele foi lançado na cova dos leões... e lá ele ficou noite toda... de manhã saiu ileso e todos... todos... todos... o rei, os que se levantaram contra ele, o povo, todos tiveram que reconhecer o Deus que Daniel servia. Servir a Deus não significa não ir para a cova dos leões, servir a Deus significa sair da cova ileso.
     Veja bem, fomos feitos para louvor da glória de Deus, se andamos conforme a Palavra não há o que temer, ainda que o mal dia venha – e ele vem – porque no fim o nome de Deus será exaltado em nossas vidas... foi isso que aconteceu com Daniel, por servir a Deus ele ganhou a cova dos leões, por servir a Deus os inimigos vão se levantar. Se nos perguntamos por que? Tanta gente se levanta contra mim, tanta fofoca, tanta mentira, por que? Porque sim! Você viu quanta gente importante se levantou contra Daniel? E no fim como ele – assim como nós – foi feito para louvor da glória de Deus o nome do Senhor foi glorificado na vida dele e ele também foi honrado.
     Insisto, se servimos a Deus não há o que temer... se há paz, não há com o que se preocupar... tudo vai dar certo... estou pronta pra viver exatamente aquilo que Ele mandar!

*
O justo não será abalado, mas os perversos não habitarão a terra. Pv 10.30
E a paz de Deus que excede todo entendimento guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus. Fp 4.7
Fé é a certeza do que se espera, prova do que não se vê Hb 11.1
Daniel 1, 2.
Daniel 6.1-7
Daniel 6.20-28
...Criados para louvor da glória de Deus. Ef 1.12

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Na trilha da vida tem gente que faz parte da vida da gente!

Tem gente que vive a vida junto com a gente...
 
... tem gente especial que a gente simplesmente ama...

... tem gente que faz parte da história da gente...

... tem gente que Deus dá de presente pra nos ajudar...

... tem gente que a gente não quer mais largar!

As vezes a gente segue .. as vezes parar é bom...

     Tô aqui... mil coisas pra fazer mas a inspiração não me deixa... tem tanta coisa aqui que eu quero escrever... Interessante, tava sentindo falta, parece que às vezes a inspiração some e de repente ela volta e fica chamando minha atenção até eu parar tudo pra colocar as idéias no papel...

     Tudo sabe, tudo o que eu vivi faz parte de mim, me faz ser isso aqui... tão eu, tão em mim, tudo que sou é tudo o que eu escolhi e quando olho pra trás e quase chego a me arrepender paro no mesmo instante, porque cada passo foi importante pra mim. Até o que me arrependi, até o que me faz achar tola, até o que me faz achar que perdi tempo na vida, tudo isso... isso tudo na verdade faz parte de mim.
     Tem vezes que é fácil decidir quem eu sou, tem vezes em que é mais difícil. Por que às vezes nem a gente sabe o que a gente quer? Às vezes é hora de seguir, mas às vezes é hora de parar... porque seguir sem rumo as vezes é bom, as vezes é bom se perder porque aí, por acaso, a gente se acha, mas seguir sem rumo o tempo todo não dá... o ideal é ter um ideal, uma rota mais ou menos certa... e melhor ainda é quando a gente cruza com aquilo que não sabia que estaria lá.
     Nessa trilha a gente acha tanta gente boa, que a gente não quer mais largar, tanta gente estranha que faz a gente se estranhar, tantas borboletas coloridas e pássaros brancos que catam pra gente [pra mim]. A gente também encontra chuva forte, que parece que nunca vai parar, ventos que fazem sentir frio e às vezes fazem a gente quere voltar... é! A gente encontra de tudo quando decide que quer ir pra algum lugar.
     E uns dias são mais fáceis, mais inspirados, mais descomplicados de vivenciar... outros são mais difíceis, mais tensos, mais longos de terminar... alguns dias são melancólicos, quase tristes, mas esses eu aprendi a apreciar. E a inspiração vem quando tá tudo bem demais e vem quando não tá tudo tão certo assim. Quem não tem seus dias bons, quem não tem seus dias ruins? Às vezes a gente precisa parar tudo, mudar de direção, mudar a cor, mudar de tom, e seja lá o que for, às vezes é porque é, e às vezes é sem motivo nenhum, às vezes não é por nada, mas é por tudo, ou por motivo algum. E como eu já disse aqui, às vezes é hora de avançar, mas às vezes é hora de parar.
     Que seja pra descansar, que seja pra observar a paisagem, que seja pra prosear com alguém, que seja pra ver se não quer mudar de direção, que seja pra não chegar tão cedo assim, antes de todo mundo, às vezes é bom parar pra ficar sozinho [só eu e Deus]... E se precisar parar um pouco não tenho vergonha, se não tiver certeza vale a pena pedir informação, só não vale parar pra se acomodar e não sair mais do lugar...
     Mas como é bom viver a vida, simplesmente viver, intensamente, calmamente, velozmente, timidamente, ousadamente, totalmente... vale viver do jeito que o nosso jeito pedir pra viver, às vezes a cada tempo de um jeito novo ou diferente, mas viver, ah! Viver é bom!

"Mas em nada tenho a minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira, e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do evangelho da graça de Deus."
Atos 20.24

domingo, 25 de julho de 2010

Pra quem servir...

Enviei essa mensagem para uma amiga especial e quero dividir com quem servir...

Até aqui você viveu muitas experiências com Deus, até aqui Deus te usou, até aqui Deus te surpreendeu... mas e agora, como as coisas estão? Você não pode parar nem por um instante, sei que você sabe disso, mas até aqui o que você viveu é só um retalho da imensa colcha de petwork, com lindas histórias que Deus já traçou pra vc viver... é hora de renovação... Deus tem mais, muito mais...


Ninguém deita remendo de pano novo em roupa velha; doutra sorte o mesmo remendo novo rompe o velho, e a rotura fica maior.
E ninguém deita vinho novo em odres velhos; doutra sorte, o vinho novo rompe os odres e entorna-se o vinho, e os odres estragam-se; o vinho novo deve ser deitado em odres novos.
Marcos 2. 21-22

Somos quem somos com todos nossos erros e acertos, o q nos arrependemos por ter feito e não ter feito. O que importa é que chegamos exatamente aqui. Sabe, não dá pra voltar atrás, mas dá pra encher a mala e seguir viagem com a bagagem mais pesada [de experiências e liçoes aprendidas].

sábado, 24 de julho de 2010

A Paz

"E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus” (Filipenses 4.6,7).

     E a paz que dá me faz tão bem, e a paz que dá não dá pra explicar... e paz que excede todo entendimento, a paz que a gente sente quando Deus está no controle, quando estamos indo para o caminho certo, como é bom, sentir essa paz que faz tão bem!
     Paz da certeza, certeza das escolhas de agora, dos lugares de agora, certeza sem dúvida nenhuma, certeza de que é hora de ir em frente, de seguir e ir adiante. É bom, tão bom respirar fundo e não sentir dor, não sentir o coração apertar, é bom, tão bom sentir essa alegria inexplicável que vem junto com a tal paz que me faz feliz demais.
     Foi bom mudar, foi bom crescer, foi bom conversar e enxergar um pouco de fora. Olhar pra trás e identificar os erros, e até não entender o porquê de alguns acontecimentos. Sabe, tanta coisa só dependia de mim, outras só dependiam dos outros, e outras não dependiam de ninguém. E Deus, ainda bem, no controle de tudo, teve paciência e esperou meu crescimento pra entender [direito] tudo o que Ele tava querendo dizer.
     Às vezes a gente insiste, às vezes a gente é cabeça dura, às vezes a gente se acomoda, mas, que bom, às vezes a gente consegue agir... E gritar... E eu gritei, bem alto, e muita gente ouviu, e muita gente viu. Se quando o momento de agir chega a gente não age e vai protelando... problema nosso, só prolongamos o sofrimento, mas, que bom, chegou uma dessas horas e deu certo, deu tudo certo.
     Que hipocrisia seria dizer que me arrependo, na verdade não... Não me arrependo realmente de [quase] nada, porque se não eu não seria quem eu sou. E tudo o que eu faria diferente eu to fazendo e vou fazer de outro jeito agora. Sabe, sempre dá pra parar, pra mudar de direção, pra lutar pela própria felicidade, sempre dá pra recomeçar.
     E essa é a vida, cheia de escolhas, de caminhos, e pra mim... Cheia de desafios... Que fazem lutar, que fazem crescer, que fazem bem. E eu sigo daqui, enfrentando os obstáculos que vierem, rumo ao que Deus tem [e quer] pra mim... Sigo sem parar, com muitos sonhos, muitas alegrias, novos pensamentos, e muita paz!

“O vento sopra onde quer. Ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim é todo aquele que é nascido do Espírito.” (João 3:8)

**Sempre Tem Motivo...

...
Tem riso que parece choro
Tem choro que é por alegria
Tem dia que parece noite
E a tristeza parece poesia

Tem motivo pra viver de novo
Tem o novo que quer ter motivo
Tem aquele que parece feio
Mas o Coração diz que é o mais Bonito

Descobrir o verdadeiro sentido das coisas
É querer saber demais
Querer saber demais

Sonho parece verdade
Quando a gente esquece de acordar
O dia parece metade
Quando a gente acorda e esquece de levantar
E o mundo é perfeito
...

(Sonho de Uma Flauta – T.M.)

Obrigada...

... a todos os visitantes e por todos os comentários!
Estou respondendo os comentários nos próprios
comentários.

domingo, 4 de julho de 2010

Algumas mensagens que Deus tem me dado

Por que estás abatida, ó minha alma? por que te perturbas dentro em mim? Espera em Deus, pois ainda o louvarei, a ele, meu auxílio e Deus meu.
Salmo 43.5

... Este dia é consagrado ao nosso Senhor. Não se entristeçam, porque a alegria do Senhor os fortalecerá. Neemias 8.10

E Jesus, vendo a multidão, subiu a um monte, e, assentando-se, aproximaram-se dele os seus discípulos;
E, abrindo a sua boca, os ensinava, dizendo:
Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o reino dos céus;
Bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados;
Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra;
Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos;
Bem-aventurados os misericordiosos, porque eles alcançarão misericórdia;
Bem-aventurados os limpos de coração, porque eles verão a Deus;
Bem-aventurados os pacificadores, porque eles serão chamados filhos de Deus;
Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus;
Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa.
Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós.
Mateus 5.1-12


Em breve divido com vocês as revelações...

Olha só que interessante...

Li há instantes... me fez pensar ainda em um texto que eu tinha escrito há alguns dias...

As três peneiras


Olavo trabalhava numa grande empresa e foi transferido de projeto. Logo no primeiro dia, para ficar bem visto pelo novo chefe, saiu-se com esta:

- Chefe, o senhor nem imagina o que me contaram a respeito do Silva. Disseram que ele…
Nem chegou a terminar a frase, pois Juliano, o chefe, replicou de imediato:
- Espere aí, Olavo. O que vai me contar já passou pelo crivo das três peneiras?
- Três peneiras? Que peneiras, chefe?
- A primeira, Olavo, é a da VERDADE. Você tem a certeza de que esse fato é absolutamente verdadeiro?
- Não. Não tenho, não. Como posso saber? O que sei foi o que me contaram. Mas eu acho que…
E, novamente, o Olavo foi interrompido pelo chefe:
- Então a sua historia já falhou a primeira peneira. Vamos então para a segunda peneira que é a da BONDADE. Você gostaria que os outros também dissessem a seu respeito aquilo que você me vai contar?
- Claro que não! Deus me livre, chefe - disse o Olavo, assustado.
- Então, - continuou o chefe - a sua historia falhou a segunda peneira.
- Vamos ver a terceira peneira, que é a da NECESSIDADE. Você acha mesmo necessário contar-me esse fato ou até mesmo divulgá-lo a terceiros?
- Não, chefe. De fato, passando pelo crivo dessas peneiras vi que não sobrou nada do que eu iria contar-lhe - disse o Olavo, surpreendido.
- Pois é, Olavo, já pensou como as pessoas seriam mais felizes se todos usassem essas peneiras? disse o chefe, que continuou:
- Da próxima vez que surgir um boato por aí, submeta-o ao crivo destas três peneiras: VERDADE - BONDADE - NECESSIDADE, antes de obedecer ao impulso de o divulgar, porque:
AS PESSOAS INTELIGENTES FALAM SOBRE IDEIAS,
AS PESSOAS COMUNS FALAM SOBRE COISAS,
E AS PESSOAS MEDÍOCRES FALAM SOBRE PESSOAS.

Quero então compartilhar o meu texto com vocês:

As pessoas

     As pessoas... Quem são as pessoas, que nos importam as pessoas, quem são esses que horas nos amam horas nos odeiam? Já reparou que as pessoas sempre têm algo para falar sobre a vida dos outros, sempre tem um palpite, uma idéia melhor – do que o dono da vida. Já reparou... Alguém inicia um relacionamento o comentário é: “sério, ah não vai durar, eles não combinam porque...” e aí disparam comentários maldosos. Ou um casal termina o relacionamento, o comentário é: “não acredito, eles pareciam se dar tão bem, eu não falei que tinha alguma coisa errada?”... Haja paciência!
     Essas mesmas pessoas, ainda que estejam querendo o bem do outro, sempre tem seu comentário, sua “fofoquinha” pra fazer... Por quê? Por que não deixam que cada um cuide de sua própria vida? Por que cada um não pode ter seu próprio modo de encarar a vida e até seu direito de errar? Ah, as pessoas... Às vezes nós somos alvo delas... Às vezes nós somos as pessoas que tem alguém como alvo.
     Sinceramente... Deixem as pessoas... Deixe que digam, que pensem, que falem [como diz uma música]. Temos sim um compromisso como testemunhas de Deus e temos que nos esforçar ao máximo para honrarmos nosso Deus em nossas vidas e em nossas atitudes... Somos sim testemunhas vivas do evangelho... Mas essa gente fofoqueira futriqueira e que só quer falar, e que só quer criticar e que só quer intrometer... Deixa eles pra lá... Bem pra lá... Bem longe das decisões que decidem a vida. Porque se ouvindo alguém você acertar elas vão estar lá... as pessoas... todos vão querer um tico de glória, mas se errar... elas também vão estar lá, mas pra apontar, pra acusar... É são as pessoas!

sexta-feira, 25 de junho de 2010

É difícil conquistar, é fácil estragar tudo!

Hebreus 12
1 Portanto, nós também, pois, que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo embaraço e o pecado que tão de perto nos rodeia e corramos, com paciência, a carreira que nos está proposta,

Eclesiastes 9
18 Melhor é a sabedoria do que as armas de guerra, mas um só pecador destrói muitos bens.

Eclesiastes 10
1 Assim como a mosca morta faz exalar mau cheiro e inutilizar o ungüento do perfumador, assim é para o famoso em sabedoria e em honra um pouco de estultícia.

     Já cheirou o perfume do ungüento? Cheiro forte, né? Se uma mosca, uma [simples] mosquinha, cai em um pote cheio de ungüento inutiliza, estraga tuuuudo! Não dá pra tirar a mosquinha e reaproveitar o resto, estraga tuuuudo... Então, tem vivido uma vida com Deus? tem sido bom exemplo? Tem cuidado e corrido a carreira que a você foi proposta? Têm sido sábio? Bom, bacana... Mas... Então... ATENÇÃO: uma gota de insensatez estraga TUDO... tenhamos sabedoria e pensemos muito antes de agir... que Deus nos dirija.

Deus tem Tanto mais

Jeremias 12
1 Justo serias, ó SENHOR, ainda que eu entrasse contigo num pleito; contudo, falarei contigo dos teus juízos. Por que prospera o caminho dos ímpios, e vivem em paz todos os que cometem o mal aleivosamente?
2 Plantaste-os, e eles arraigaram-se; avançam, dão também fruto; chegado estás à sua boca, mas longe do seu coração.
3 Mas tu, ó SENHOR, me conheces, tu me vês e provas o meu coração para contigo; impele-os como a ovelhas para o matadouro e prepara-os para o dia da matança.
4 Até quando lamentará a terra, e se secará a erva de todo o campo? Pela maldade dos que habitam nela, perecem os animais e as aves; porquanto dizem: Ele não verá o nosso último fim.

     É... as vezes é BEM complicado aceitar as situações que nos rodeiam, muitas vezes ficamos tristes, desapontados e nos sentimos injustiçados... Então: BEM VINDOS! Essa é a vida. O tal do “sol” nasce para justos e para injustos, é assim que é, e não adianta ficarmos irados está escrito no primeiro capítulo do livro de Tiago que a nossa ira não opera a justiça de Deus, que aliás, é incomparável a nossa e é [realmente] justiça.
     É fácil nos sentirmos injustiçados, e é até fácil encontrarmos pessoas que concordem conosco, mas quem vê a coisa toda, de forma onisciente, onipresente e onipotente só é Deus, vai por mim, a justiça dele é realmente justiça e não a nossa.
     Veja bem, concordo que existem situações que nos deixam indignados assim como Jeremias ficou, e às vezes oramos a Deus como Jeremias orou, e aí... o que Deus faz? Responde a nós como respondeu a Jeremias... Repare a resposta de Deus:

5 Se te fatigas correndo com homens que vão a pé, como poderás competir com cavalos? Se tão-somente numa terra de paz estás confiado, que farás na enchente do Jordão?

     Deus tem tanto mais para nossas vidas, tanto, tanto, vamos parar de reclamar enquanto ainda corremos com os que vão a pé e estamos em casa de paz? Há todo tempo Deus está nos preparando para o próximo estágio, que será terá ainda mais situações “complicadas”, porque[com Deus] vivemos uma vida de ascendência, sempre precisamos aprender, crescer e chegar a lugares novos. É o que eu sempre digo: ninguém disse que seria fácil, mas é com certeza gratificante e enriquecedor.

Cadê a Sabedoria?

Jó 28

1 Na verdade, há veios de onde se extrai a prata, e, para o ouro, lugar em que o derretem.
2 O ferro tira-se da terra, e da pedra se funde o metal.
3 O homem pôs fim às trevas e até à extremidade ele esquadrinha, procurando as pedras na escuridão e na sombra da morte.
4 Trasborda o ribeiro até ao que junto dele habita, de maneira que se não pode passar a pé; então, intervém o homem, e as águas se vão.
...
12 Mas onde se achará a sabedoria? E onde está o lugar da inteligência?
13 O homem não lhe conhece o valor; não se acha na terra dos viventes.
14 O abismo diz: Não está em mim; e o mar diz: Ela não está comigo.
15 Não se dará por ela ouro fino, nem se pesará prata em câmbio dela.
16 Nem se pode comprar por ouro fino de Ofir, nem pelo precioso ônix, nem pela safira.
17 Com ela se não pode comparar o ouro ou o cristal; nem se trocará por jóia de ouro fino.
18 Ela faz esquecer o coral e as pérolas; porque a aquisição da sabedoria é melhor que a dos rubis.
19 Não se lhe igualará o topázio da Etiópia, nem se pode comprar por ouro puro.
...
28 Mas disse ao homem: Eis que o temor do Senhor é a sabedoria, e apartar-se do mal é a inteligência.

     O homem controla “tudo” que pode... Encontra “tudo” que há para ser encontrado... Não há fronteiras para achar o que possa ser precioso a seus olhos, esteja onde estiver... O homem busca, quebra, cava, insiste... E encontra... Mas o mais precioso de tudo o que o homem possa encontrar não se encontra como o homem está acostumado a encontrar... Não se acha assim, não se paga com nada, por mais ”precioso” que seja a seus olhos... Nem dinheiro, nem ouro, nem prata, nem pedra preciosa alguma, por mais preciosa que seja nada é como a SABEDORIA. Mas, e aí... como encontrá-la? Simples, temendo a Deus e desviando-se do mal. Eu sei, nem sempre é fácil, mas eu não disse quer era fácil eu disse que era é simples, e é... Tão preciosa, tão importante, tão simples ... e tão rara de ser encontrada nas pessoas, em nós. Mas basta estarmos dispostos a temer a Deus e a nos desviarmos do mal... Chegaremos lá, se quisermos! Eu quero, você quer?

Gente...

Comentaristasas: Gleyner, Jú, Sara e marco túlio, seguidores: Alexandre, LuisEl e Egna Del Valle e quaisquer outros queridos leitores... muito obrigada. É tão bom entrar e ver seus comentários ou saber que vocês passaram por aqui. Vi os textos da Jú e da Sara [de Fábio Reynol] gostei muito... Gleyner amei a versão do playground, concordo contigo, já tinha pensado nisso também... acho que essa idéia vai render outro texto em breve, rs! Beijos a todos!

quinta-feira, 24 de junho de 2010

O Jogo da Vida

     Eu sei que vai ser difícil, ninguém falou que seria fácil crescer, virar gente grande... sei que em alguns momentos vou querer voltar atrás e em outros vou querer desistir [disso e do resto], mas sei também que o resultado final fará valer a pena. Eu vou fazer valer a pena.


     Nunca aprendi a jogar xadrez, são muitas peças que se movem de forma diferente, mas tenho aprendido um jogo tão mais difícil, o jogo da vida... E que jogo! Há momentos em que todas as peças parecem “travadas”, impossibilitadas, aí nós mesmos decidimos deixar pra lá, em outros dá pra terminar. E não é incrível como quem vê de fora, vê melhor? Muitas vezes parece que outras pessoas entendem melhor o que devemos fazer de nossas vidas, mas não interessa, o que interessa é que a peça que mexemos naquele determinado momento decide NOSSA vida. E se, por acaso, ouvirmos o conselho dos outros e der errado não poderemos culpá-los, a escolha foi nossa, a responsabilidade é nossa.

     Interessante também é que com cada pessoa que me relaciono inicio um jogo novo. Às vezes eu ganho, às vezes eu perco, às vezes o jogo termina, às vezes deixamos para terminar mais tarde, às vezes chamo alguém pra me ajudar, às vezes não dá pra terminar o jogo. Às vezes ninguém ganha, às vezes ninguém perde, às vezes ao mexer em uma única peça interferimos em tantas outras, às vezes dependemos da decisão do outro, às vezes só dependemos da nossa, às vezes depende da sorte. É a vida... Paulo coloca como uma corrida em busca de um premio, e é... hoje, eu coloco como um jogo.

     Vou ganhar... vou perder, mas espero terminar todos os jogos que comecei em minha vida...

terça-feira, 22 de junho de 2010

Apesar de...

"... uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de. Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer. Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente..."
Clarice Lispector

O Tempo e o Modo... Deus quem decide pra nós

Quem guarda o mandamento não experimentará nenhum mal, e o coração do sábio discernirá o tempo e modo. Ec 8.5


     Veja bem... o primeiro passo para que possamos entender o que Deus quer de nós – qual a carreia que nos está proposta – é uma vida de intimidade com Ele e o segundo passo – esse para compreendermos quando e como a promessa se cumprirá – é termos sabedoria. Tiago explica que todos que querem sabedoria recebem liberalmente, basta pedir e crer. Sabedoria recebida, ainda falta muito para compreender... vocês já vão entender o que eu quero dizer.

     Muitas vezes percebemos o que Deus tenta, insisti e faz todo o possível para que vejamos... finalmente começamos a compreender o que Ele quer para nós, nos alegramos com a promessa de Deus, isso digo, para qualquer área de nossas vidas. Às vezes temos a – ou as – promessa de uma forma bem clara e em outros momentos percebemos aos poucos o que será.

     Com relação a isso percebo que com cada um de nós – e em cada fase – Deus age de uma forma diferenciada, afinal somos propriedade particular dEle, e assim que Ele trata a cada um, de uma forma particular. Então, alguns precisam de um tempo no deserto para se preparar, como Moisés, alguns vão recebendo informação a cada passo como Abrão, enfim, com cada um é de um jeito. O problema é que depois que recebemos a promessa queremos que Deus faça do nosso jeito e em nosso tempo, tentamos, então, ensinar a Deus qual a maneira que Ele deve agir e em que tempo Ele deve fazer...

     Afinal, venhamos e convenhamos... muitas vezes Deus precisa de nossa ajuda, de uma mãozinha nossa, certo?! Não! Errado! A Palavra de Deus diz que o coração do sábio discernirá, entenderá, compreenderá, o tempo e a maneira e não que decidirá... o tempo e maneira continua sendo de Deus!!!

     Lembra de Abrão – Abraão – quando a promessa não se cumpria? Em um momento sua esposa Sarai disse que Deus estava impedindo que ela gerasse então sugeriu que ele tivesse um filho de sua serva. Que beleza... então quer dizer que Deus – que tinha prometido que Abrão seria pai de muitas nações – não estava permitindo que Sara engravidasse... oi? Incoerente, não? Ele estava simplesmente esperando o tempo certo e a melhor maneira. E pior... Abrão acatou a voz de Sarai, o que não era errado para a sociedade da época, mas não era maneira de Deus, entende? Resultado: deu tudo errado... depois confira em Gênesis 16.

     O que eu quero dizer é que não devemos agir naturalmente, não temos que agir como a sociedade toda age, não devemos agir de acordo com o que ninguém diz... devemos somente agir como Deus fala para agirmos... para saber como agir, peça sabedoria e creia que receberá... aí você recebe e seu coração entenderá as coordenadas de Deus e entenderá o tempo e o modo. Mas nos lembremos... entendemos o tempo e a maneira, mas não somos nós quem decidimos... Deus não precisa de ajuda, Ele sempre sabe o que é melhor para nós!!!

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Tava na Hora

     Não é nada fácil descobrir verdades que machucam, verdades verdadeiras que nós mesmos tentamos esconder por crer que não... crer que não era possível, crer que não era mentira, crer que não teria errado tanto tempo. Cabe a cada um se resolver e entender que o que aconteceu aconteceu, sim, não dá para voltar atrás, não, mas dá para encher a mala e seguir com a bagagem de experiências que cada situação nos traz.


     Que bom poder saber que dá para começar de novo ... O desafio maior, nem minha opinião, não é decidir quem somos, mas é ter coragem de ser quem queremos ser. Sabe, Jesus não prometeu uma viagem sem dificuldades, o que Ele garante é uma viagem com certeza de chegada

     Tanta coisa... Que passou... Como tudo nessa vida passa, que teve lado ruim e lado bom, como tudo nessa vida tem...

     Resolvi que estava na hora... na hora de tirar o que não serve do guarda roupa, de decidir quais móveis ficam, quais serão restaurados, quais móveis vão... quais eu vou doar, quais não quero mais... resolvi decidir o quero jogar fora. Resolvi varrer o pó pra fora da casa, resolvi colocar algumas coisas no sol... resolvi rasgar alguns retratos, resolvi comprar algumas coisas, fazer novas aquisições. Resolvi abrir a janela pra arejar e sentar um pouco lá fora pra observar. Quero ver o movimento, sentir a brisa do vento, sentir o sol me aquecer.