quinta-feira, 3 de março de 2011

Já já volto a seguir, em paz...

        ... Tô parada aqui porque foi isso que eu decidi, precisava bastante de um pouco de nada pra me ajudar. Não quero conversar, quero entender um monte de coisa, mas sinceramente já estou concluindo que isso provavelmente não irá acontecer. Na real não tem nada de errado em não entender tudo, se eu conseguir decifrar a mim já tá bom.
        Viver de qualquer jeito é fácil, nem custa muito, agora viver de verdade faz pagar um preço, escolher quem se quer ser e encarar o contra-fluxo não é tão simples, errar e ter que admitir que algumas coisas que se quebram nunca serão concertadas requer muita honestidade consigo mesmo - embora de repente o que se permitiu quebrar talvez nunca tenha sido totalmente sem rachaduras - aprender a verdade de que nem tudo é tão importante para você e que muitas vezes você vai ter de pesar, escolher e simplesmente seguir – deixando história, bagagem e pessoas pra trás – exige coragem.
        Bem aqui, parada, no meu jardim particular, tenho caminhado vagarosamente passos necessários, encarar algumas realidades fazem com que esses passos sejam tristes, dolorosos, amargos, perceber que a cada instante menos pessoas se importam é estranho, mas fazer o que? Vou seguir, já já... aliás, acho que logo volto mesmo a seguir viagem.
        Mentira minha, seria, dizer que não me choco com um mundo real de atitudes cruéis e de injustiças presentes tempo todo. Mas é bom te ter meu lindo jardim, nublado ainda, mas adorável como sempre, jardim que me permite respirar ar puro, ouvir decepções e mesmo assim olhar para o meu céu, que continua lá, e sorrir. Um sorriso lento, de canto, seguido de um suspiro fundo que traz incertezas e paz.
        Não tem problema nada não, porque esse jardim que está tão calmo fechou as portas para o furacão que insiste em estar as portas. Seu eu tiver que ir lá fora um pouco eu vou, não tenho medo, e assim que ele passar meu céu volta a ter sol, meu jardim volta a ter flores e eu volto a seguir em paz, não do mesmo jeito de antes, com certeza tô ganhando coisas que pra sempre eu vou carregar, possivelmente vou seguir bem mais calada, mais observadora, menos intensa, mas com certeza sigo em paz.

"Seja a paz de Cristo o árbitro em vosso coração..." Cl 3.14

7 comentários:

  1. Um pouco de nada é sempre tudo quando a gente precisa.
    Te respondi o e-mail.
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. "...todo jardim começa com uma história de amor,
    antes que qualquer árvore seja plantada
    ou um lago construído, é preciso que eles tenham nascido dentro da alma.
    Quem não planta jardim por dentro, não planta jardins por fora e nem passeia por eles."
    Rubem Alves

    Vale a pena cultivar o jardim dentro d nós,
    ainda q semeando em lágrimas, ou dúvidas..
    ..vale a pena, o dia da colheita vai chegar!
    Sl 126
    bjo linda!! ;)

    ah, me segue lá no tt tbém!
    @fabioworship

    ResponderExcluir
  4. as vezes é pensando em nada que tudo se resolve!quem dera eu visse a vida assim como vc vê !

    ResponderExcluir
  5. Oi Jacq, adoro seu programa,acho vc. uma pssoa feliz, claro, tudo com Jesus é possível.....
    Moro em Canavieiras Bahia, eou artesã do crochê. Se tiver vontade dáuma olhadinha no bisadeca.blogspot.com www.bisadeca.com.br fliker, faxebook, orkut...vc encontra meus trabalhos...Coletes, carteiras, colares ....tudo em crochê, seu programa vai amar.
    Fica com Deus
    Bisadeca,o jeito Augusta de ser.

    ResponderExcluir
  6. .......Se der Garota, me segue no bisadeca.blogspot.com
    Atenciosamente
    Bisadeca , o jeito Augusta de ser.
    www.bisadeca.com.br

    ResponderExcluir
  7. Obrigada a todos os comentários...
    Bisadeca vou entrar ;)
    Beijos gentem!

    ResponderExcluir